Home Destaque Andifes elege nova diretoria para a gestão 2022-2023

Andifes elege nova diretoria para a gestão 2022-2023

0
0

A Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes) elegeu, nesta sexta-feira (29), a nova diretoria executiva para a gestão 2022-2023, tendo como presidente o reitor da Universidade Federal do Paraná (UFPR), Ricardo Marcelo Fonseca, e, como vice-presidentes os reitores Dácio Roberto Matheus (UFABC), Alfredo Macedo Gomes (UFPE), Marcele Regina Nogueira Pereira (UNIR) e reitor Evandro Aparecido Soares da Silva (UFMT). A eleição e a posse foram realizadas durante a 188ª reunião extraordinária do Conselho Pleno, na sede da entidade, em Brasília (DF).

Em seu primeiro pronunciamento como presidente da Andifes, o reitor Ricardo Fonseca afirmou que espera conduzir a Associação à altura da responsabilidade que ela possui, e preservar seu papel de protagonista conquistado ao longo dos anos destacando o “entusiasmo em assumir este grande desafio, mas também o grande privilégio de representar esse colegiado, seguramente um dos mais qualificados dentre as instituições brasileiras”.

O presidente da Andifes afirmou que a nova diretoria eleita tem dimensão da história, tamanho e importância da Andifes, “o que aumenta a responsabilidade frente aos desafios, circunstanciais e gerais, que enfrentaremos no próximo período. O modo como vamos nos inserir, não só nas políticas para nossas universidades, mas também em uma política nacional, com nossas instituições no centro de um grande projeto de nação, vai ser uma grande tarefa para a nova direção.”

Para o presidente, o momento vivido pelas Universidades Federais exige equilíbrio no diálogo e nas ações para que as instituições possam exercer suas atividades com autonomia e respeito às diferentes visões. “Essa diretoria tem compreensão da diferença dos perfis das universidades, com desafios bastante específicos, mas que demandam um olhar abrangente. Dentro dessa pluralidade, que é também de ideias, temos que demonstrar que sabemos conviver bem com as divergências, mas também valorizar o diálogo”, concluiu.

Ao apresentar uma síntese das ações da diretoria, o agora ex-presidente, reitor Marcus David (UFJF) destacou que o mandato ocorreu em meio à pandemia de Covid-19 e a retomada das atividades presenciais, somadas às dificuldades orçamentárias vividas por toda a rede de universidades federais. “Manter nossas universidades federais funcionando e ativas, nesse período, é motivo de muito orgulho e mostra a força dessa associação. Desejo sucesso à nova diretoria nestes tempos bastante desafiadores, mas de muita esperança”, afirmou David.

Carregue mais artigos relacionados
Carregue mais em Destaque

Deixe uma resposta

Vejam também

UFSC – Pesquisa identifica e mapeia produtividade de energia solar em Santa Catarina

Uma pesquisa de doutorado realizada na Universidade Federal de Santa Catarina identificou …