Home Andifes Andifes realiza III Seminário sobre o uso de dados educacionais para diagnósticos e ações de enfrentamento da evasão no ensino superior

Andifes realiza III Seminário sobre o uso de dados educacionais para diagnósticos e ações de enfrentamento da evasão no ensino superior

0
0

A evasão é uma questão que precisa ser avaliada pelas universidades federais brasileiras, já que, por diferentes motivos, há uma parcela de estudantes que interrompe a formação acadêmica. Para tratar deste tema, o Colégio de Pró-reitores de Graduação das IFES (Cograd) realizou, no dia 26 de outubro, o III Seminário sobre o uso de dados educacionais para diagnósticos e ações de enfrentamento da evasão no ensino superior.

O Seminário, realizado de modo remoto, reuniu pró-reitores de graduação das universidades federais e contou com palestras sobre ferramentas de diagnóstico e predição sobre evasão, analisando, discorrendo e debatendo hipóteses, causas e variáveis que determinam a necessidade de um estudante interromper o curso universitário.

“Do ponto de vista das universidades federais, a evasão é uma das questões centrais. Pensar modelos e ações para minimizar a evasão é estratégico para nossas instituições. Por razões que também temos que prescrutar, vemos uma queda na demanda de entrada, ou seja, nos vestibulares e no Enem, e, na outra ponta, temos o incremento da evasão. É um dado trágico da educação superior brasileira, que carece de diagnósticos e de providências de nossas instituições, respeitando, claro, as particularidades regionais que existem”, afirmou o presidente da Andifes, reitor Ricardo Marcelo Fonseca (UFPR), na abertura do Seminário.

“Há mais de vinte anos trabalhamos na Andifes para que fosse possível ter um olhar completo, detalhado e transparente sobre esse tema da evasão, o êxodo dos alunos e a complementação dos cursos com qualidade. Se conseguirmos tratar o tema da evasão com a atenção que ele merece, faremos a segunda maior política pública de expansão e inclusão nas universidades. Sabemos que nossas matrículas não refletem o número de alunos em sala de aula em função dessa evasão”, ponderou o secretário executivo da Andifes, Gustavo Balduino.

A coordenadora nacional do Cograd, Socorro Lima, destacou a Plataforma Ecograd, da Andifes, um sistema digital que garante acesso rápido às informações essenciais do ensino de graduação, reunindo dados do Censo da Educação Superior, como ingressos e egressos, evasão, diplomação, empregabilidade, compondo o mais completo painel do gênero em disponibilidade no Brasil hoje.

“Desenvolvemos uma ferramenta própria para análise dos dados educacionais, e estamos em um trabalho forte de uso de dados a partir de informações, para termos um diagnóstico preciso e fazer ações de combate à evasão. A ideia é que, a partir do seminário, todas as instituições que fazem parte da Andifes tratem de uma maneira mais efetiva a questão da evasão”, afirmou Socorro.

No período da manhã o Seminário contou com as palestras: Variáveis para modelos preditivos à evasão na Educação Superior e O uso do Ecograd como uma ferramenta de diagnóstico da evasão na Educação Superior. Durante a tarde, houve a mesa Sistemas acadêmicos de análises de dados e tomadas de decisão sobre o controle da evasão na graduação e o painel Relatos das IFES sobre as ações de controle da evasão na graduação.

Assista abaixo a íntegra do III Seminário sobre o uso de dados educacionais para diagnósticos e ações de enfrentamento da evasão no ensino superior:

 

Carregue mais artigos relacionados
Carregue mais em Andifes

Deixe uma resposta

Vejam também

UFU – Estudo aponta para impactos da covid-19 no diagnóstico e tratamento de câncer de pulmão

O câncer de pulmão é o mais prevalente em pessoas do sexo masculino [ao nascer] e o segund…